Notícias

Dezembro Laranja alerta para a prevenção e diagnóstico do câncer de pele

Outubro Rosa para alertar sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. Novembro Azul para advertir os homens sobre os riscos do câncer de próstata. Agora é a vez do Dezembro Laranja, movimento criado em 2014 pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) com o intuito de estimular a população a se prevenir contra o câncer de pele, tipo da doença que mais atinge pessoas no País.

Para ter uma ideia, a estimativa do Inca (Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva) é que, em 2016, serão registrados cerca de 175 mil novos casos de câncer de pele (não melanoma) no Brasil. Olhando um cenário geral, a OMS (Organização Mundial da Saúde) prevê que, no ano de 2030, existirá 27 milhões de casos novos de câncer – com 17 milhões de mortes pela doença e 75 milhões de pacientes convivendo com ela. O maior efeito desse aumento incidirá em países em desenvolvimento. No Brasil, o câncer já é a segunda causa de morte por doenças, atrás apenas das do aparelho circulatório.

Parece difícil, mas para combater e prevenir o câncer de pele basta adquirir alguns hábitos simples no cotidiano. Uso constante de filtro solar, chapéu e óculos, além de ter bastante cuidado no que diz respeito ao excesso de exposição ao sol, estando alerta aos horários certos para a exposição.

Os interessados podem conferir mais informações sobre a campanha no sitewww.controleosol.com.br. E nas redes sociais, compartilhe conteúdo sobre o tema com as hashtags #dezembrolaranja e #controleosol.


INCA estima que haverá 596.070 novos casos de câncer em 2016

O Brasil deverá registrar no próximo ano 596.070 novos casos de câncer. Entre os homens, são esperados 295.200 novos casos, e entre as mulheres, 300.870. A informação é do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA).

O tipo de câncer mais incidente em ambos os sexos será o de pele não melanoma (175.760 casos novos a cada ano, sendo 80.850 em homens e 94.910 em mulheres), que corresponde a 29% do total estimado. Depois desse, para os homens, os cânceres mais incidentes serão os de próstata (61.200 novos casos/ano), pulmão (17.330), cólon e reto (16.660), estômago (12.920), cavidade oral (11.140), esôfago (7.950), bexiga (7.200), laringe (6.360) e leucemias (5.540). Entre as mulheres, as maiores incidências serão de cânceres de mama (57.960), cólon e reto (17.620), colo do útero (16.340), pulmão (10.860), estômago (7.600), corpo do útero (6.950), ovário (6.150), glândula tireoide (5.870) e linfoma não-Hodgkin (5.030).

Analisando-se as taxas brutas (número de casos a cada 100 mil habitantes) nas diferentes regiões, observa-se algumas variações importantes. Entre as mulheres, a Região Norte é a única onde o câncer de mama não será o mais incidente, excluindo-se o câncer de pele não melanoma. Lá, o tipo da doença que afeta o sexo feminino mais frequentemente é o câncer do colo do útero. Já na região Sul, colo do útero é o quarto tipo mais comum, com os cânceres de cólon e reto e o de pulmão ocupando o segundo e o terceiro lugares, respectivamente.

“O Brasil é um país extenso e diversificado cultural e economicamente. A realidade do País demanda ações tanto gerais, quanto específicas para determinados grupos, regiões e seus respectivos fatores de risco, como o combate ao fumo de forma geral, mas com ações direcionadas às mulheres jovens, especialmente adolescentes, o combate à obesidade, o incentivo à prática regular de atividade física e a disseminação de informações”, explica Luiz Felipe Ribeiro Pinto, vice-diretor-geral do INCA.

No sexo masculino, sem levar em consideração o câncer de pele não melanoma, o câncer de pulmão é o segundo mais incidente no País. Já no Norte e no Nordeste, os tumores malignos de estômago ocupam esta colocação. Este tipo de câncer pode estar relacionado a condições socioeconômicas menos favoráveis (o tabagismo e o consumo de alimentos conservados no sal contribuem para o aumento do risco). As leucemias aparecem em sexto lugar na região Norte, mas na classificação nacional são o nono tipo mais incidente.

A magnitude do câncer está relacionada aos fatores de risco, qualidade da assistência prestada, qualidade da informação e envelhecimento da população. Geralmente, quanto maior a proporção de pessoas idosas (tal como a população dos países da Europa, Estados Unidos e Canadá), maiores as taxas de incidência, especialmente dos tipos de câncer associados ao envelhecimento, como mama e próstata.

“Com o envelhecimento da população, as doenças crônicas não transmissíveis tornam-se cada vez mais comuns. Hoje, as doenças cardiovasculares e o câncer já são as principais causas de morte entre os brasileiros. O câncer destaca-se como um importante desafio à saúde pública e que demanda foco em ações de prevenção e controle da doença. Mas é importante ressaltar que, em comparação com os países desenvolvidos, o impacto do câncer no País (incidência e mortalidade) encontra-se em nível intermediário”, ressalta Marise Rebelo, gerente da Divisão de Vigilância e Análise de Situação.

Fatores de Risco

O câncer é uma doença multifatorial, o que significa que diversos fatores concorrem e podem se sobrepor, favorecendo seu desenvolvimento. O excesso de gordura corporal, por exemplo, pode estar na origem de boa parte desses novos casos. Estudos apontam evidências que relacionam o excesso de peso e o desenvolvimento de alguns tipos de câncer, como os de cólon e reto, mama (na pós-menopausa), ovário, próstata, esôfago e endométrio.

As regiões Sul e Sudeste possuem características mais semelhantes aos países desenvolvidos, que se refletem nos principais tipos de câncer estimados para estas regiões, como próstata, mama e cólon e reto. Tais características incluem uma elevada prevalência de excesso de peso e obesidade, inatividade física e consumo de carnes processadas (salsicha, presunto, linguiça, carne seca etc.).

O tabagismo tem relação com vários tipos de câncer (pulmão, cavidade oral, laringe, esôfago, estômago, bexiga, colo do útero e leucemias). Fumantes chegam a ter 20 vezes mais chances de ter câncer de pulmão que não fumantes, 10 vezes mais chances de ter câncer de laringe e de duas a cinco vezes mais chances de desenvolver câncer de esôfago. A manutenção do sucesso do Programa Nacional de Controle do Tabagismo deverá impactar na redução destes tipos de câncer na população brasileira.

Sobre as estimativas

Desde 1995, o INCA estima o número de novos casos dos principais cânceres que afetam a população brasileira com base nas informações geradas pelos Registros de Câncer de Base Populacional (RCBP) e o Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde. Inicialmente a divulgação era anual, mas desde 2006 é feita a cada dois anos.

Neste ano, foram considerados 19 tipos específicos de câncer, com base na magnitude e no impacto. As informações estão apresentadas de forma consolidada para o País e de forma desagregada para as regiões.

As estimativas servem para subsidiar gestores federais, estaduais e municipais no planejamento de ações e políticas públicas de controle do câncer. Os números de 2016/2017 não podem ser comparados com anos anteriores, uma vez que não têm como referência a mesma metodologia e as mesmas bases de dados. Há constantes melhorias na quantidade e qualidade das informações que servem de base para o cálculo das estimativas, permitindo o aprimoramento dos números publicados.

 

Fonte: Inca


Reunião Geral - 02/05

Amanhã (02/05/15) é dia de reunião geral do Girassol da Alegria. Um momento de integração com todos os grupos, oportunidade de troca de experiências e confraternização.
A presença de cada voluntário é muito importante. 
Estamos te esperando, às 14:30, na AABB.


Saiba como prevenir o câncer de próstata

O que é prevenção de um tipo de câncer?

Prevenir o aparecimento de um tipo de câncer é diminuir as chances de que uma pessoa desenvolva essa doença . Normalmente, isso se faz através de ações que a afastem de fatores que propiciem o desarranjo celular que acontece nos estágios bem iniciais da doença, quando apenas algumas poucas células estão sofrendo as agressões que podem transformá-las em malignas. São os chamados fatores de risco.

Além disso, outra forma de prevenir o aparecimento de câncer é promover ações sabidamente benéficas à saúde como um todo e que, por motivos muitas vezes desconhecidos, estão menos associadas ao aparecimento desses tumores.

Nem todos os cânceres têm esses fatores de risco e de proteção identificados e, entre os já reconhecidamente envolvidos, nem todos podem ser facilmente modificáveis, como a herança genética (história familiar), por exemplo.

Como se faz prevenção no câncer de próstata?

A próstata é uma glândula masculina que se localiza entre a bexiga e o reto. Essa glândula participa da produção do sêmen, líquido que carrega os espermatozóides produzidos no testículo. Ela envolve a uretra e seu tamanho normal é de uma azeitona. A próstata, como todo o aparelho sexual masculino, tem o seu funcionamento regulado pelos níveis de testosterona circulantes, o hormônio masculino.

O câncer de próstata, como a maioria dos tipos de câncer, tem fatores de risco identificáveis (para maiores informações sobre fatores de risco para este tipo de câncer leia o artigo "Detecção Precoce do Câncer de Próstata" neste site).

Alguns desses fatores de risco são modificáveis, ou seja, pode-se alterar a exposição que cada pessoa tem a esse determinado fator, diminuindo a sua chance de desenvolver esse tipo de câncer.

Há também os fatores de proteção. Ou seja, fatores que se a pessoa está exposta a sua chance de desenvolver esse tipo de câncer diminui. Entre esses fatores de proteção também há os que se pode modificar, se expondo mais a eles.

Os fatores de risco e proteção para o câncer de próstata mais conhecidos e que podem ser modificados são:

Idade

O câncer de próstata é incomum em homens de 50 anos ou menos. Porém depois dessa idade torna-se mais comum a cada década que passa. Por isso, fazer exames de detecção precoce após essa idade é importante.

Quanto mais precocemente se diagnostica um tumor, maior são as chances de cura.

Os exames mais comumente realizados para se detectar esse tipo de câncer, precocemente ou não, são o toque retal, o exame de ultra-sonografia transretal e o exame de PSA (antígeno prostático-específico).

 Dieta

Uma dieta pobre em gordura, principalmente de origem animal, e rica em frutas, legumes e verduras parece estar associada a uma diminuição no risco para esse tipo de câncer. Algumas substâncias têm sido apontadas como responsáveis por esse fator de proteção. Os estudos com Vitamina E, Vitamina D, Selenium e Lycopene (esse último presente nos tomates) na sua forma natural ou como suplementação dietética são os mais consistentes em demonstrar essa associação. Entretanto ainda há controvérsias sobre a real capacidade dessas substâncias em diminuir a mortalidade associada a esse tipo de câncer, além de não ter se esclarecido a forma e a quantidade em que estas substâncias se tornam especificamente benéficas.

 História familiar

Quinze por cento (15%) dos homens que tem câncer de próstata tem um familiar de primeiro grau com esta doença. Por isso, ter pai, irmão ou filho com esse tipo de tumor é indicação para fazer um seguimento mais cuidadoso com o objetivo de detectar precocemente esse tumor, assim como com o passar da idade.

 Raça

Nos EUA, homens negros têm mais câncer de próstata que homens brancos, e mais que homens de origem oriental. Aparentemente, essa diferença racial se dá pelo níveis de testosterona circulante em cada raça. Porém, outros fatores que podem estar distribuídos de forma diferente nas raças podem ser responsáveis por essa diferença na distribuição desse tipo de câncer. De qualquer forma, homens da raça negra devem dar uma atenção especial para esse risco elevado e fazer os exames de detecção precoce rotineiramente.

Prevenção com o uso de hormônios.

Vários estudos estão sendo feitos para se definir o valor do uso de hormônios que se opõem à ação da testosterona com o objetivo de diminuir as chances de se desenvolver esse tipo de câncer. Esse tratamento seria utilizado naquele grupo de homens com risco muito aumentado. Nenhuma conclusão se obteve até o momento.

 


Agradecimento aos Girassóis

Amados Voluntários e Coordenadoras,

 
Só Deus para recompensar tanta dedicação, envolvimento, carinho, amor e principalmente a alegria com que cada um de vocês trabalharam.
Cada dia mais me convenço de que o Girassol da Alegria é OBRA DE DEUS, que minha filha Ana Paula, inspiradora desse projeto, que com apenas 15 anos foi para junto de Deus; veio para que tudo isso se realizasse e acontecesse de forma tão iluminada...
A previsão de tempestade para o fim de semana era certa, mas tivemos um dia lindoooo!
Obrigada por ajudarem o sonho virar realidade há 11 anos.
Vocês foram brilhantes!!!
Que Deus abençoe e ilumine a vida e o caminho de cada um de nós. Que possamos continuar juntos nessa missão de amar e alegrar o próximo!!!
Beijos recheados de carinho, agradecimento e gratidão!!!

 

Dejanira Pirovani


REUNIÃO GERAL - 16/10

Girassóis,

Neste sábado (18), acontecerá a Reunião Geral, às 15h, na AABB (Coxipó).

Uma ótima oportunidade para conhecermos os novos voluntários, nos confraternizarmos e compartilharmos experiências.

Mas, para este encontro teremos uma convidada muito especial, a professora Maria Tereza, que irá contar sua experiência profissional.

Ela é fundadora do grupo Patrulha da Alegria, que visita Hospitais em Sete Lagoas - MG e tem vários cursos na área hospitalar.

Passou 15 dias no projeto Patch Adams, no Peru, e fez cursos específicos de palhaço de hospital com os seguintes mestres:

- Ana Elvira Wuo (de Campinas, cujo doutorado foi sobre a transformação do ambiente hospitalar com a presença do palhaço)

- Rodrigo Robleño (palhaço, diretor e ex Circo de Soleil, atualmente dirige um grupo de palhaços de hospital em BH, o Uniclown)

- Cícero Silva (palhaço mineiro, show de bola e ex-integrante dos Doutores da Alegria)

- Ézio Magalhaes (palhaço e ex-doutor da alegria)

- Mariana Muniz ( curso de improvisação, ela é referência nessa área no Brasil)

- Norman Taylor (não específico de palhaço, foi ministrado dentro da sede dos doutores da alegria em São Paulo, visando muito a expressão corporal)

- Wendy Ramos (palhaça peruana e fundadora do grupo Bola Roja)

 

Assistam:

http://youtu.be/LaUHZKizegk

http://youtu.be/ToEnry6tVzU

Com um currículo desse, vocês não podem perder!!!


McDia Feliz 2014 bate recorde de arrecadação e chega aos R$ 22.482.890,14 milhões em todo o Brasil

O Instituto Ronald McDonald conquista mais um recorde de arrecadação do McDia Feliz. A maior campanha nacional em prol de crianças e adolescente com câncer superou as expectativas e arrecadou R$ 22.482.890,14 milhões em todo o Brasil.

Em Cuiabá, a Associação dos Amigos da Criança com Câncer de Mato Grosso (AACCMT) receberá R$ 346.159,63 para o custeio e manutenção da Casa de Apoio, que acolhe crianças com câncer vindas de outras cidades para realizar o tratamento na capital.

 “Os resultados da campanha superou nossas expectativas e metas planejadas. As vendas de Big Mac teve um crescimento de 80% em relação ao ano anterior”, disse Perolina Cézar, coordenadora local do McDia Feliz da AACCMT.

 Já o Hospital de Câncer de Mato Grosso arrecadou R$ 243.677,31 com as vendas dos sanduíches. O valor arrecadado com o McDia Feliz será investido no Espaço da Família Ronald McDonald, projeto do Instituto Ronald McDonald que acolhe pacientes pediátricos em atendimento ambulatorial e seus familiares, especialmente vindos do interior do Estado.

 “Foi fantástico ver o envolvimento dos voluntários, parceiros, colaboradores e da população em geral. Tanto a campanha em si quanto a arrecadação superaram todas as nossas expectativas. Os benefícios não são apenas para nossos pacientes pediátricos, mas se estendem à suas famílias, que podem contar com o Espaço da Família para terem uma estadia mais aconchegante e confortável quando estiverem no Hospital”, afirma Silvia Negri, coordenadora local do McDia Feliz do Hospital de Câncer de MT.

 O McDia Feliz é o dia de maior movimento no ano nos restaurantes da rede McDonald’s. Para se ter uma ideia, foram vendidos em todo o país 1.789,710 milhão de sanduíches Big Mac, que tiveram seus valores (menos impostos) revertidos para a causa do câncer infantojuvenil. Também somaram para o sucesso do McDia Feliz a venda de produtos promocionais desenvolvidos pelas instituições beneficiadas, como camisetas e canecas, além de doações de pessoas físicas e jurídicas.

 A campanha anualmente desperta a atenção de toda a sociedade para a maior causa de morte por doença entre crianças e jovens de 5 a 19 anos. Com a arrecadação da edição 2014, 73 projetos de 57 instituições de todo o Brasil receberão recursos que irão beneficiar mais de 30 mil crianças e adolescentes em tratamento oncológico e seus familiares. Desde 1988, mais R$190 milhões já foram arrecadados com a campanha.

 A destinação e utilização dos recursos são acompanhadas pelo Instituto Ronald McDonald, além de passar por auditorias que atestam a transparência do processo. Todas as informações sobre arrecadação e destinação de recursos são disponibilizadas nos Relatórios Anuais de Atividades, disponíveis no site www.instituto-ronald.org.br.


Reunião dos voluntários McDia Feliz 2014

McDia Feliz 2014

Atenção girassóis!

Acontecerá nesta quarta-feira (20), às 18h30, no auditório do HCan MT, uma reunião com os voluntários do McDia Feliz 2014.

O McDia Feliz é uma campanha anual coordenada pelo Instituto Ronald McDonald, que há 26 anos mobiliza milhares de pessoas em todo o Brasil. Desde 1999 a campanha beneficia crianças e adolescentes com câncer em Mato Grosso, primeiramente por meio das atividades da AACCMT, e a partir de 2012, também através do HCanMT, com a implantação do Espaço da Família Ronald McDonald, que funciona nas dependências do Hospital desde novembro de 2013.

Se você também é um voluntário não deixe de comparecer. Sua presença é muito importante para o sucesso da campanha.


Próxima visita dos Girassóis Amarelos será neste sábado (02)

Girassóis Amarelos, 

Nossa próxima visita será neste sábado (02), na Casa Transitória Irmã Dulce, localizada no bairro Jardim Califórnia.

Contamos com a presença de todos vocês!

 


Visita do Girassol Amarelo ao Hospital Júlio Muller

No último sábado (21/06) o Grupo Girassol Amarelo esteve no Hopital Júlio Muller, na Ala Pediátrica.

Um encontro cheio de energia boa, vibrações positivas, muitos sorrisos e, é claro, ALEGRIA de sobra.

Voluntários que REapareceram (maravilha!!!), novos voluntários (sejam bem-vindos) e horas super agradáveis para todos nós.

A cada um de vocês, nosso MUITÍSSIMO OBRIGADO!!!


Arraiá do Girassol

CUNVITI

 

ARRAIÁ DO GIRASSÓR DA ALEGRIA

 

Vóis micê tá cunvidadu a participá do nosso arraiá.

Nóis vai fazê nu dia 25/06 (quarta-feira), às 19h30, na AABB num ispaçu cum muita árviri.

Vai tê bastanti cumilança, rrasta pé cum quadria.

E o mió... Vai tê inté cuncurso di mió traje caipira cum valiosu premiu.

Ocê vai disimborça só 15 rear na nossa festança .

Vóis micê num podi perdê .

 

Qui Belezura !!!.


Visita ao Abrigo Bom Jesus

Nossa tarde de sábado (26/04) foi assim...
...alegria de montão e muitos sorrisos, compartilhando horas agradáveis ao lado dos idosos da Fundação Abrigo do Bom Jesus de Cuiabá.

Sensação de realização e dever cumprido!
 

Reunião Geral

GIRASSÓIS não percam nossa Reunião Geral! 
SÁBADO - dia 03/05 - 
Horário: 15h
Local: AABB (Coxipó)
Teremos OFICINA DE DINÂMICAS E JOGOS MUSICAIS, ministrada pelo professor ADONYS AGUIAR. 
Professor com vários cursos em nível nacional e também Regente do Coral Infanto-Juvenil da UFMT. 
Será uma excelente oportunidade para aumentarmos nossos conhecimentos tornando nossas visitas ainda melhores. 
Momento também de conhecermos os demais grupos, compartilharmos experiências, avaliarmos nosso ciclo de visitas e nos confraternizarmos.
Aguardamos todos vocês!!!


Primeira reunião de 2014

Notícia quentinha... reunião-geral dia 14/04/2012 às 15h no primeiro quiosque da AABB.

Contamos com a presença de todos vocês!

Grupos Amarelo, Azul, vermelho, verde e branco,... como será bom vê-los todos juntos na nossa primeira reunião do ano! [;)]

Até lá!

 

“O milagre não é realizarmos esse trabalho, mas que sejamos felizes fazendo-o.”

Madre Tereza de Calcutá


Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Mauris vulputate enim non risus consectetur, vitae cursus massa convallis.

Velit porta vivamus. Donec non et. Vel morbi nunc. In interdum class imperdiet vestibulum molestie. Enim neque odio amet nulla sagittis nisl ac aliquam reprehenderit nonummy arcu. Habitant nisl hendrerit felis elit ipsum mi massa ante sed elit vehicula massa ut montes amet pulvinar dui. Lectus pretium ultricies vestibulum tellus rem. Nulla ut in. Proin faucibus dolor potenti in amet. Aliquet fringilla lectus. Vestibulum lorem tincidunt sapien eget urna. Eu wisi vitae. Integer ad porttitor pede dui nec. Iaculis mauris ipsum feugiat lorem felis nunc posuere turpis. Ligula mauris maecenas.

Non sit rutrum. Vehicula mauris etiam nonummy augue dapibus. Turpis tempor massa est dictum praesent natoque ut quis risus amet feugiat. Blandit nec metus purus vel id pharetra ut leo. Ac pede molestie pretium consectetuer proin aptent mi praesent volutpat duis mauris. Dui dolorem nec. Quis ut dolor. Mollis eleifend ornare integer libero ipsum ac ligula wisi dui tempus ac. Suspendisse amet praesent ridiculus nam suspendisse. Dui euismod class. Vulputate felis et nam mauris ligula. Non fringilla urna. Tellus quam donec. Auctor primis rutrum. Rutrum sed felis tellus suspendisse mollis.


Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Mauris vulputate enim non risus consectetur, vitae cursus massa convallis.

Velit cras mauris nulla blandit dolor elit nulla quis ac est accumsan vestibulum sed sit. Erat in sed. Arcu luctus non. Augue tellus magna. Ac ornare facilisis. Amet metus distinctio nascetur quam elit. Dignissim mi luctus. Commodo amet nec elementum tristique conubia et aliquam viverra. Lobortis nulla posuere eros montes sodales. Laoreet nunc in accumsan aenean ut scelerisque quis in. Diam lorem arcu. Integer morbi imperdiet fames mi fusce modi aliquam ultrices nec tristique massa. Viverra tempus elementum. Erat est ante. Scelerisque sed vulputate. Iaculis magna litora. Dolor libero varius. Risus arcu at id lacus urna eget a est lorem ut ipsum phasellus amet luctus qui nunc nec lorem vehicula nisl. Pede non sit. Vitae congue lacinia sollicitudin consequat orci.

Ornare eu consequat proin vitae suspendisse. Fermentum libero a. Eu aliquam proin in non sed a nibh pellentesque. Convallis mauris maecenas semper sem iaculis. Nonummy pede litora. Cras ligula eu non non praesent. Iste ligula et. Venenatis justo quisque consectetuer tellus porttitor. Nibh lacinia ligula. Integer erat eget. Nunc interdum suspendisse. Imperdiet phasellus volutpat hymenaeos tristique dolor. Aliquam et ridiculus suspendisse tincidunt eget. Justo dictum luctus. Per pede tincidunt orci a duis. In sit convallis irure tempor venenatis leo eu nullam. Pede nulla volutpat etiam suspendisse dictum mauris est elit. Mauris odio in magni odio per sociis enim viverra. Ac suscipit vel dui per neque vel nunc augue. Nunc lacus lectus cras nulla vel duis mauris magna non elit integer.

 


Titulo fixo

CONTATO:
contato@girassoldaalegria.org

(65) 9221-9037 - Dejanira Pirovani

(65) 9999-9999 - Myriam

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo